02/maio
Ansiedade - Mal do nosso século.

A ansiedade está listada entre as maiores dores da atualidade. Disputando seu lugar fervorosamente entre uma lista de outras dores.

Isso se dá ao fato de que, a maioria das pessoas vivem num futuro inexistente de MEDO.

Projetam em suas mentes eventos e situações futuras formuladas num cenário negativo.

Evidenciando sua incapacidade de resolver conflitos, atuar em suas reuniões, definir metas, sanar problemas financeiros e etc.

Deixam de viver o presente, utilizando as suas forças para buscar desenvolvimento de competências e habilidades.

E lógico, aproveitar para viver intensamente o seu momento atual.

Ao criar mentalmente um futuro cheio de incertezas e cenários negativos, acabamos por disparar hormônios estressores em nosso organismo. Desencadeando uma corrente de incômodos emocionais e consequentemente uma grande chance de desenvolver maus hábitos, como por exemplo, fumar, roer unha, comer demais, beber em excesso. Tudo isso para esquecer o cenário criado por si mesmo.

 As consequências destes hábitos, (que na verdade não são a causa, e sim efeitos da ansiedade), advindos da mesma circunstância e sobreposta por hábitos mortais, são as doenças.

Tais como: Obesidade, pressão alta, câncer de pulmão, diversos outros canceres, fadiga, síndrome do pânico, depressão, entre outras.

De uma forma ou outra, o que faz desenvolver a ansiedade, são os gatilhos disparadores de emoções, que nos colocam em estados fisiológicos ansiosos, e esses gatilhos usualmente são disparados através de um pensamento desastroso em relação ao possível evento.

Ansiedade - Mal do nosso século.

Compartilhe

LEIA TAMBÉM


Deixe seu comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Receba Novidades